PatosPREV em parceria com TCE-PB promove palestra ‘Nova Previdência e Seus Reflexos nos Regimes Próprios de Previdência’

O Instituto de Seguridade Social do Município de Patos (PatosPREV) promoveu na tarde desta quinta-feira (21), no auditório da Secretaria de Educação, a palestra "Nova Previdência e Seus Reflexos nos Regimes Próprios de Previdência - Gestão, Arrecadação e Concessão de Benefícios". O evento é uma continuidade das comemorações dos 20 anos de criação do Instituto.

Estiveram presentes participando do momento secretários municipais, a presidente da Câmara Municipal, vereadora Tide Eduardo, representantes de institutos de previdência de municípios vizinhos, assessores jurídicos, coordenadores do Setor de Recursos Humanos e alguns servidores do município.

A palestra foi ministrada pelo Dr. Eduardo Ferreira de Albuquerque, auditor de contas públicas do TCE-PB, que destacou em sua fala a importância de falar sobre a reforma de previdência e suas mudanças para os servidores públicos.

“É importante porque a gente precisa entender que a previdência é um direito do servidor, mas também existe a responsabilidade dos gestores para poder garantir o futuro para o servidor. Então, é importante a participação de todos aqui, por isso foi aberto até para os servidores também esse evento, para poder esclarecer algumas dúvidas, apresentar como é que está a situação, e o que é que vai mudar com a reforma,” comentou o auditor.

De acordo com o superintendente do Instituto, Ariano Medeiros, só é possível fazer a gestão pública progredir dialogando com transparência com o servidor, e essa palestra vem esclarecer pontos ainda muito questionados e desconhecidos da nova reforma previdenciária.

"Desde que assumimos a gestão do PatosPREV nós tratamos de assumir um compromisso de fazer um trabalho com transparência e mostrando sobretudo ao servidor os seus direitos, pontuando com cada um deles a nova dinâmica que se faz necessária trabalharmos no âmbito da previdência, e agora estamos num momento mais que necessário em razão das reformas no campo previdenciário. Nossa bandeira é a transparência e o diálogo, não queremos jamais diminuir direitos estamos presos ao princípio da reserva legal, então aquilo que o servidor tem direito e encontra amparo na legislação o instituto assegura," disse o superintendente.

« Voltar